Banhista morre atingido por raio em Copacabana, diz secretaria

Gostou? compartilhe!

Banhista morre atingido por raio em Copacabana, diz secretaria

Um banhista morreu atingido por raio em Copacabana, na Zona Sul do Rio, no início da noite desta sexta-feira (25). A mulher de Daniel Oliveira também foi atingida e hospitalizada. As informações são da Secretaria Municipal de Saúde e foram confirmadas à GloboNews.

De acordo com a rede de monitoramento de raios do Instituto Climatempo, a cidade do Rio registrou 680 descargas elétricas, sendo que 468 deles atingiram o solo no período de quatro horas nesta sexta-feira (25).

O Rio entrou em estágio de atenção devido a forte chuva às 16h55 desta sexta-feira (25). Segundo a prefeitura, a previsão é de pancadas moderadas a fortes nas próximas horas. A Defesa Civil também emitiu alerta para ventos e também há previsão de raios e trovoadas.

Sirenes de alerta acionadas

 

As sirenes de alerta de temporal foram acionadas em comunidades da Zona Sul e Zona Oeste devido ao temporal.

Na Zona Sul, o alerta atingiu as comunidades da Babilônia, Chapéu Mangueira e Tabajaras. Por volta das 18h15, as sirenes localizadas na comunidade de Rio das Pedras também foram acionadas.

A orientação é para que os moradores se dirijam para os pontos de apoio. Os representantes das comunidades estão sendo contactados pela Defesa Civil para verificação de eventuais ocorrências nessas localidades. Até às 18h45 não havia registro de vítimas em decorrência da chuva na cidade, segundo a Defesa Civil.

 

Ventania

 

A chuva forte no Grande Rio também veio acompanhada de fortes rajadas de vento em várias regiões. A mais forte fou na Base Aérea de Santa Cruz com uma rajada de 91 km/h por volta das 18h. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou uma rajada de 56 km/h na Vila Militar entre 16h e 17h. Também ventou forte no Aeroporto Santos Dumont e na Marambaia.



Publicado em: 11/02/2019

Gostou? compartilhe!